Arquivo mensal: dezembro 2011

Sistema Yoshizawa-Harbin-Randlett

Padrão

Um pictograma (do latim pictu – pintado + grego γράμμα – carácter, letra) é um símbolo que representa um objeto ou conceito por meio de desenhos figurativos. Pictografia é a forma de escrita pela qual ideias são transmitidas através de desenhos. Suas origens na antiguidade são a escrita cuneiforme e dos hieróglifos.

Atualmente, o uso do pictograma tem sido muito freqüente na sinalização de locais públicos, na infografia, e em várias representações esquemáticas de diversas peças de design gráfico.

No caso do Origami, temos o sistema Yoshizawa-Harbin-Randlett. Trata-se de um sistema de diagramação usada para descrever as dobras dos modelos de origami.

O conceito de diagramação originou em 1797 com o livro “Senbazuru Orikata”, primeiro livro publicado. No entanto, os diagramas neste livro muitas vezes só mostrava  o resultado final do processo de dobramento, sem deixar claro como o modelo foi criado.

Na década de 1950 e 60, Akira Yoshizawa propôs um sistema de diagramação. Introduz então  pela primeira vez a sua notação de diagramação em sua monografia (Atarashi Origami Geijutsu) publicada em 1954. Ele empregou linhas pontilhadas e tracejadas para representar montanhas e dobras vale, e alguns símbolos, tais como a “inflar” e “redondo” símbolos. Este sistema chamou a atenção de Samuel Randlett e Robert Harbin , que acrescentou alguns símbolos como “girar” e “zoom in”, e logo adotaram como padrão.

O sistema Yoshizawa-Randlett foi descrito pela primeira vez  na obra de Samuel Randlett  – Origami em 1961. [1] . Foi então aceito como o padrão em toda a comunidade internacional de origami, sendo usada ainda  hoje.

Sistema Yoshizawa-Harbin-Randlett :

  1. Yoshizawa – criou sistema de diagramaça utilizando linhas e setas.
  2. Harbin – identificou as bases comuns e nomeou os movimentos básicos das dobras
  3. Randlett – reuniu tudo isto  padronizou o sistema de diagramaçao como onhecemos hoje.
Anúncios

O que é Origami?

Padrão

Trata-se de uma resposta simples devido à raiz etimológica da palavra (de oru, “dobrar”, e kami, “papel”), mas ao mesmo tempo trata-se também de uma questão complexa visto o grande número de ramificações na qual o origami subdividiu-se (origami tradicional, origami modular, composto, tesselation, tea bag, quirigami, wet fold, etc) bem como o aumento de áreas de atuação no qual ele inseriu-se (artística, médica, industrial, espacial, educativa, recreativa, etc).

O Origamista Joseph Wu define origami como “uma forma de arte, onde a dobradura de papel é a principal técnica para atingir um efeito”.

No entanto, esta definição torna-se muito vaga quando levamos em conta que uma  folha dobrável nem sempre precisa ser de papel, podendo ser de metal (dobragem Miura), têxteis , couro, e até mesmo alimentos, como panquecas.

David Lister (Britanic Origami Society) ao refletir sobre esta questão oferece uma opção alternativa: “Origami – a arte e a ciência de dobrar”.

No entanto ele ressalta: Origami é com certeza dobragem de papel. Trata-se de uma arte e ciência de interpretar através de dobras no papel, elementos existentes em nosso meio, reproduzindo flores, animais, objetos, assim como aquilo que o homem busca de si mesmo: formas orgânicas, simétricas, assimétricas, abstratas ou que sugerem movimento e som.
Vemos então que não existem fronteiras objectivas que permitam dizer o que “é” e o que “não é” origami: qualquer pedaço de papel dobrado, que possibilite reconhecer uma determinada forma, pode ser origami, desde que mantenhamos os  pés no chão. Mas isto é um tópico para outro assunto

Até a próxima e boas dobras.

Por que “Desdobrando Origami”?

Padrão
 A  palavra Desdobrar tem como significado dividir,desenvolver, estender algo. Possui como sinônimo explorar , entender, desbravar tais  como pioneiro, regiões até então desconhecidas.

No Desdobrando, estarei colocando algumas dicas de como iniciar-se no origami, bem como fotos e dicas sites/blogs legais para se conhecer.

Espero que gostem.

Até a próxima

Bem-Vindos

Padrão

final

Olá
Já algum tempo venho me aventurando pelo ramo das dobras de papel. Em 2011 comecei este blog mas por vários motivos dei uma parada. Agora, tentar retoma-lo aos poucos na medida do possível visto que  de uns meses para cá tem existido muito interesse por parte de alguns colegas e amigos com os quais convivo, os quais pedem algum material para também se aprofundarem  no mundo do Origamido (dobra de papel).

Eis-nos aqui então…espero que se divirtam.